Tic Tac Tic Tac

6 jun

Ando me sentindo entregue ao tempo. Completamente dele e não minha.

Cadê o meu tempo? Me sinto uma marionete comandada pela vida, não sua comandante. Vejo o mundo passando ao meu lado, as pessoas, as horas, os movimentos, e me vejo alheia a tudo.. É um corre-corre, um ciclo que não pára, não respira e não olha para trás; não percebo quase mais nada, não tenho a mim nem aos outros – está tudo superficial. O mundo corre e eu o estou perdendo a cada dia. Sinto falta do cheiro das manhãs com café, das cores, dos pôres-do-sol na praia,  de observar transeuntes, da ausência de pensamentos,

Quero de volta o meu tempo, meu ritmo.

A vida que transbordava entre os meus dedos.

Anúncios

2 Respostas to “Tic Tac Tic Tac”

  1. Mônica junho 8, 2008 às 9:02 am #

    É verdade. Parece que o tempo vai nos consumindo, nos sugando de nós mesmos. Acredito que um dia ele nos devolva.Talvez na velhice, no momento de parar e simplesmente olhar para trás com suspiros de saudade ou apenas suspiros de alívio por ter sobrevivido ao tempo.

    Te adoro minha flor~~~

    Bisous

  2. fabio junho 10, 2008 às 2:19 am #

    Eu ando pelo mundo prestando atenção em olhos que eu não sei as cores.
    cores de Almodóvar? olhos de Frida Kahlo?
    ohos… cores…
    tempos… dores…

    (texto modificado…)

    teus olhos me deixam leve
    ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: